É preciso deixar ir. É preciso cortar de vez a ligação com o passado. É preciso abandonar as recordações que nos prendem ao que foi. É preciso perder o medo de construir memórias novas e ganhar fôlego para viver intensamente o que aí vem. É preciso olhar ao espelho e voltar a admirar os milhares de pormenores bonitos de que somos feitos e que, por vezes (tantas), esquecemos ter no meio da rejeição, da desilusão e da dor. É preciso agradecer quem está, quem fica, quem permanece ao nosso lado, mas também quem esteve e decidiu ir — pelo que nos deu enquanto esteve e pelo que nos deu ao ir: a liberdade para encontrar algo melhor para nós, que nos dê (e acrescente) o valor que merecemos.

About the Author: Laura Azevedo

8 Comments

  1. Fernanda Flora 14 Maio 2020 at 9:30 am - Reply

    E coragem. Muita coragem para deixar ir…
    Parabéns!

    • Laura Azevedo 14 Maio 2020 at 9:39 am - Reply

      Verdade, Fernanda. :*
      Obrigada por cá vir. Confesso que me deixa muito feliz.
      Saudades. Beijinhos aí para casa :*

  2. Elisabete 14 Maio 2020 at 10:15 am - Reply

    Como é verdade… mas às vezes tão difícil! mas sim é preciso!

    • Laura Azevedo 14 Maio 2020 at 10:43 am - Reply

      Mesmo, Elisabete. Às vezes, é preciso uma força tremenda. E parece quase impossível. O tempo ajuda muito. :*

  3. Ana Banon 14 Maio 2020 at 10:30 am - Reply

    E tão difícil que é “deixar ir” e tão importante que só assim avançamos e nós encontramos.
    Saudades tuas. Continuo a adorar ler-te. 😘

    • Laura Azevedo 14 Maio 2020 at 10:44 am - Reply

      Ana, que bom ter-te aqui. Obrigada por me continuares a ler. :*

  4. Fátima Santos Silva 14 Maio 2020 at 1:06 pm - Reply

    É tão difícil deixar ir que é sempre um pedaço de nós que vai também…!! Bjinho Laura … gosto muito do que escreves …!! Parabéns

    • Laura Azevedo 15 Maio 2020 at 10:51 am - Reply

      Obrigada pelas palavras, Fátima! 🙂

Leave A Comment